Informativo

Servidores do IFRN dos campi de Apodi, Ipanguaçu, Mossoró e Pau dos Ferros aprovam adesão à Greve Geral nesta sexta-feira(14)

img

Compartilhe

Data: 13/06/2019 | Autor: Deivson Mendes | Foto: Deivson Mendes

Em assembleia deliberativa realizada nos dias 11 e 12 de junho, servidores técnicos administrativos(TAEs) e docentes dos campi Apodi, Ipanguaçu, Mossoró e Pau dos Ferros, aprovam adesão à Greve Geral contra a Reforma da Previdência e retirada de direitos convocada pelas centrais sindicais nesta-sexta-feira(14). A Coordenação Geral do SINASEFE Mossoró orienta que os servidores e servidoras não batam o ponto e participem das atividades que venham acontecer em suas cidades.

Em Mossoró o protesto será dividido em dois momentos: pela manhã, às 8h, será realizado um café da manhã na sede da ADUERN(Av. Prof. Antônio Campos, 6 - Pres. Costa e Silva). Às 10h, na Sala de Videoconferência, os servidores vão prestigiar a a primeira defesa da dissertação de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica(ProfEPT) do campus Mossoró. A discente, Monick Muny Dantas da Silveira Pinto, vai defender o trabalho intitulado, “Ensino de língua Portuguesa no PROEJA: uma proposta de ensino do relatório de aula prática”.

Já no período da tarde a concentração do protesto unificado terá início às 15h em frente à igreja católica do Alto de São Manuel. Logo em seguida os manifestantes seguirão em marcha até a Praça do PAX, no centro da cidade, onde será feito o encerramento.

Em Pau dos Ferros o protesto também será dividido em dois momentos: pela manhã, às 7h, na Praça Matriz, será realizado um “Café Político” sobre as consequências da Reforma da Previdência proposta no governo Bolsonaro. Na ocasião será servido um café da manhã para os presentes. Já no período da tarde, os manifestantes farão um ato unificado a partir das 16h na Praça de Eventos do munícipio.

No município de Apodi a concentração será às 7h em frente a agência do INSS(Rua Deputado Dalton Cunha). Logo em seguida os manifestantes seguem em marcha até a igreja matriz no centro da cidade. O protesto vai contar com a participação de diversas categorias do âmbito municipal, estadual e federal. Trabalhadores da iniciativa privada também vão aderir a paralização nacional.

Os servidores e servidoras de Ipanguaçu vão se unir ao protesto em Assú. A concentração terá início às 7h30 em frente a agência do INSS(Av. Sen. João Severian da Câmara, 314). O protesto vai contar com a participação de trabalhadores da educação, saúde, trabalhadoras rurais e outras categorias.

A Greve Geral é uma convocação de todas as Centrais Sindicais e das Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular contra a Reforma da Previdência do governo federal. Marcada no dia 1º de maio, a Greve Geral se tornou ainda mais necessária depois dos cortes na educação e da alta do desemprego.

 

Deixe seu Comentário